Busca, Destaque, Notícias, PC, Plataforma, Preview

Hellgate: Ressurrection – Remember the dead and fight for the living!

Closed Beta inicia dia 3 de Junho

Hellgate é um jogo controverso. Quem jogou adorava ao mesmo tempo em que odiava. Porém, é fato que, após Diablo 2, nunca um Action RPG possuiu tanto potencial e tanta originalidade. Na Korea ele quebrou recordes de vendas, ultrapassando até Starcraft que, até hoje, é algo difícil de se superar por lá, porém, no resto do mundo, teve um período de vida curto. Lançado em final de 2007, seus servidores ficaram ativos até início de 2008 para a tristeza de alguns e a indiferença de outros. Desde lá, não surgiu outro jogo com um potencial tão viciante quanto Diablo 2… Até agora? Pois é, Hellgate está de volta.

Após o lançamento da expansão de Diablo 2, a Blizzard iniciou o processo de idealização de Diablo 3. Após um tempo, por diversas divergências quanto ao rumo do projeto ou por querer tentar algo novo, uma grande leva de funcionários saiu da companhia para arriscar algo novo e grande. Uma parte destes funcionários, inclusive grandes cabeças por de trás da série Diablo, criou a Flagship Studios e iniciou o desenvolvimento do jogo Hellgate: London. Rapidamente o projeto ganhou uma legião de fãs no mundo todo sem nem ao menos ter sido lançado, porém, a FS encontrou uma série de dificuldades durante o processo de criação de Hellgate, dentre elas, a falta de investimento necessário e ter de trabalhar em cima de prazos curtíssimos. Com isso, o jogo acabou por ser lançado inacabado, cheio de bugs e repetitivo, embora tivesse muito conteúdo bom e sua jogabilidade primorosa.

Mas afinal, o que é Hellgate?

Hellgate é um Action FPS RPG Online pós apocalíptico. Sim, você leu correto, ele é um FPS e RPG ao mesmo tempo, embora o FPS seja uma alternativa. Ambientado em 2038, diversos portais surgiram ao redor do mundo e, através deles, diversas criaturas demoníacas saíram. A tecnologia humana pouco foi capaz diante dessa invasão e, rapidamente, foi sendo exterminada. Aqueles que conseguiram sobreviver acabaram se refugiando em antigas estações de metro ou fortalezas improvisadas, porém, procurando manter sua presença despercebida do mundo exterior.

O tempo passa e tradições a muito esquecidas retornam, como a utilização de magias permitindo que, aqueles que conhecem os segredos da mesma, tenham uma chance de sobreviver. Você começa o jogo no meio dessa guerra aparentemente sem esperança.

Por que Hellgate tinha tanto potencial?

Primeiro de tudo, Hellgate foi desenvolvido pelas mesmas cabeças por de trás da série Diablo, o que já era garantia de algo profundo e com uma gameplay frenética. Segundo, ele realmente era profundo com uma gameplay frenética :P.

A gameplay do jogo era mais suave. Nada de mover seu personagem usando o mouse e sim as teclas ASDW. Agora você pode correr e pular pelo cenário livremente. Todas as classes você joga com uma visão em terceira pessoa porém, em algumas, você possui a possibilidade de jogar com uma câmera em primeira pessoa o que da a nítida sensação de estar jogando um jogo completalmente diferente, e não que isso seja algo ruim. No jogo você deve escolher uma das 3 facções onde, cada uma, possui 2 classes. São elas:

-Templars: essa é a ordem dos cavaleiros dividos que procuram preservar o que restou da humanidade enquanto tentam combater os horrores que caíram no mundo. Suas classes são:

Guardians: munidos de uma espada e um escudo, os guardians são as classes mais resistentes do jogo, mas   nem por isso a que bate menos. Suas skills podem visar a auto preservação, assistência ao grupo                             com Heals e Buffs, atordoamentos ou ataques realmente poderosos.
Blademasters: ligeiros e mortais, essa é sua principal característica podendo equipar até 2 espadas ao             mesmo tempo.

-Cabalists: são pessoas, no geral solitárias, que estão sempre na busca de conhecimento e que estudam uma forma de utilizar os poderes dos próprios demonios em seu benefício. Suas classes são:

Summoner: como o seu nome bem diz, são pessoas que invocam criaturas das trevas para lhe auxiliar em combate.
Evokers: são especialistas no uso de magias para subjulgar ou enfeitiçar seus inimigos.

-Hunters: no geral, são militares extremamente bem treinados dispostos a combater nos mais diversos cenários. Suas classes são:

Marksman: equipados de poderosos rifles ou metralhadoras a longa distância, são capazes de destroçar rapidamente seus adversários. Ao mesmo tempo, podem equipar sub metralhadoras e até pistolas para combates mais próximos, além de fazer uso de poderosas granadas dos mais diversos tipos.
Engineers: essa classe é capaz de criar robos e mecanismos para lhe auxiliar dos mais diversos tipos, seja para dar assistência a você ou seu grupo, seja para combater os inimigos.

O jogo é um misto de RPG com MMO. ai entrar em uma estação ( cidade ) você irá ver não somente NPCS perambulando por ai, como também, outros jogadores que estão online naquele momento e naquela região, podendo bater papo, trocar mercadorias e fazer grupos. Ao sair da estação você estará criando uma sala. Nesta sala apenas que está em seu grupo poderá entrar também.

O level máximo é 50. Você consegue experiência matando monstros e completando quests. A cada novo level atingido você ganha pontos para adicionar em seus atributos e 1 ponto de skill para adicionar na árvore de skills. As builds são muito balanceadas. Não existe uma build fraca, primeiro pelo fato da movimentação do personagem ser mais corrida e livre, dependendo mais da sua habilidade do que seus itens para dar cabo dos adversários. Segundo, por que as skills alteram a forma como você joga. Não é por que você tem muitos pontos em determinada skill que você tem um personagem forte. As skills vão definir a forma que você vai jogar.

A questão personalização é grande. Quando você cria um novo char tem um leque de opções podendo até adicionar piercings nos seus personagens, bem como definindo sua altura e peso, porém, são os itens que fazem a festa. Cada item adcionado em um slot disponível são representados no seu char nos mínimos detalhes e, além disso, é possível alterar a cor que estará sendo exposto permitindo que o seu personagem seja realmente único.

Os itens também dão um show a parte. Como era de se esperar, existem milhares de itens no jogo com os mais diversos graus de raridade, desde Normal, Mágico, Único e Lendário, porém, é a sua customização que rouba a cena. Todo item pode dropar do level 1 ao 50. O level do item irá definir, principalmente seus bonus fixos que ele fornece, como dano, defesa e outros. Porém, ao pegar um novo item você tem 3 opções: jogar fora, vender em NPC ou desmontálo. Ao desmontar um item você irá coletar diversas partes e, com essas partes você pode evoluir o level de outro item, ou seja, aquele item que você dropou logo no início do jogo não necessariamente vai ser inútil com o passar do tempo, pelo contrário. Além disso, você ainda pode gastar gold para adicionar atributos em um item. Os atributos vem de forma aleatória, porem, você pode escolher o nível da raridade que você quer criando assim itens realmente únicos.

Os cenários do jogo são todos em 3D e formados de forma aleatória. Assim como na série Diablo, você nunca irá entrar em um mesmo lugar e existem diversos objetos pelo cenário que são destrutíveis, podendo serem usados, inclusive, para matar alguns demônios. Além disso, portais para dungeons podem aparecer a qualquer momento. Essas dungeons costumam ter inimigos mais fortes mas recompensas melhores também.

O Modo Online

O modo Online não estava completo quando lançado, porém, já possuíamos grande parte do seu conteúdo. Você tinha 2 nívels de dificuldade: Normal e Nightmare. Após completar o jogo pela primeira vez você podia experimentar o Nightmare que, obviamente, era muito mais díficil que o Normal, mas fornecia mais recompensa e XP. Alias, dificuldade aqui é levada realmente a sério. O modo Nightmare foi desenvolvido de tal forma que, sozinho, você não tinha chance e, com um grupo cheio e todos muito bem equipados, talvéz você tivesse alguma chance.

Após isso você ainda tinha o bom e velho modo Hardcore onde, se morresse… perdeu seu char. Novamente aqui a dificuldade era muito maior que o modo normal.

A criação de clans é possível e, nas intenções originais do jogo, batalhas haveriam de tempos em tempos entre os clans e, so ganhadores teriam controle sobre uma das cidades do jogo. Não se sabe se nessa nova versão essa intenção foi mantida e concluída, porém, os eventos que iriam servir como confrontos já estavam implantados ingames como quests. Mesmo assim, já temos diversos modos confirmados  para o PvP como Capture a Bandeira, Dominação Territorial, 1×1 até 4×4, áreas apenas para PvP e Guild Wars.

O que há de novo em Ressurrection?

A lista é simplesmente GIGANTE. A base do jogo foi mantida, como sua gameplay, porém, todos os cenários e o seu singleplayer foram refeitos. Além das 2 expansões que o jogo possui, todos os 5 atos iniciais foram refeitos deixando-os únicos, ao contrário de antes que eram bastante repetitivos inclusive nas quests.

O Baú continua o mesmo, permitindo que você o utilize para trocar itens entre seus personagens e um sistema de Action House foi implantado. Todas as classes possuem 3 novas skills cada, o sistema de ranks foi expandido bem como o de archievements.

Por fim, o jogo agora é Free to Play, qualquer um pode baixar o client e jogar. Única coisa que não está clara ainda é se existira um plano de mensalidade ou se teremos um item shop. Alias, importante! Quem tem o jogo original, esquece, não adianta instala-lo que não irá funcionar. É preciso baixar o novo Client direto do site oficial. E ai, o que está esperando? Hum… err… o link? Segue logo abaixo =D :

Site Oficial: http://hellgate.t3fun.com/home/home.aspx

Mais Screens:

 

2 comments

Trackbacks

  1. […] Alias, aproveitando essa boa notícia, resolvi fazer uma matéria a respeito aqui no blog. Para saber mais sobre Hellgate, clique aqui e confira o Preview dele. […]